terça-feira, 13 de maio de 2014

Arqueólogo acha carcaça da caravela de Colombo

Arqueólogo diz ter achado carcaça que seria de caravela de Colombo

Do Portal G1
Pintura de Michael Zeno Diemer ilustra a caravela Santa Maria, uma das naus usadas por Cristóvão Colombo no descobrimento da América, em 1492 (Foto: Michael Zeno Diemer/Wikimedia Commons)

Restos achados na costa do Haiti seria da embarcação Santa Maria.
Caravela foi uma das três usadas no Descobrimento da América em 1492.
Arqueólogo especializado em exploração submarina Barry Clifford afirma ter encontrado no fundo do mar do Caribe, perto do Haiti, uma carcaça de embarcação que, segundo ele, pode ser da caravela Santa Maria, uma das três naus comandadas por Cristóvão Colombo no descobrimento da América em 1492 (as outras eram Pinta e Nina).
Clifford disse em entrevista à rede de TV CNN que encontrou a carcaça na área exata onde Colombo afirmava ter encalhado a Santa Maria. O naufrágio está preso em um recife ao largo da costa norte do Haiti, de 10 a 15 metros de profundidade.
"Todas as caracteristicas geográfica e topografia subaquática, além das evidências arqueológicas, sugerem fortemente que este naufrágio é famosa capitânia de Colombo , a Santa Maria", disse o líder de uma recente expedição de reconhecimento ao local.
Ele usou outros estudos feitos por arqueólogos sobre a provável localização do forte onde Colombo ficou instalado. Com esta informação, ele usou dados do diário do navegador genovês para descobrir onde os destroços da embarcação poderiam estar.
Um objeto encontrado junto à carcaça leva Clifford a acreditar que o navio é a caravaela Santa Maria: trata-se de um canhão com características típicas dos fabricados no século XV.
Segundo a CNN, o arqueólogo Charles Beeker, da Universidade de Indiana, passou várias horas debaixo d'água no local e também estudou a documentação do Clifford . "Eu me sinto Barry tem provas muito convincentes ", disse Beeker. " Barry pode ter finalmente descoberto a 1492 Santa Maria."
O explorador agora negocia com o governo do Haiti uma autorização para poder fazer escavações no fundo do mar para poder colher partes da carcaça. Por enquanto Clifford e sua equipe fizeram apenas registros fotográficos do local.
Santa Maria foi uma das embarcações usadas na pequena frota de Colombo, que partiu da Espanha em agosto 1492, sob o patrocínio do rei Fernando II e da rainha Isabel I.
A viagem teve como objetivo encontrar uma rota para a Índia e a China, mas em outubro do mesmo ano os navegantes chegaram ao Haiti, onde estabeleceu um forte.
Em dezembro daquele ano, o Santa Maria acidentalmente encalhou ao largo da costa da ilha. Algumas tábuas e provisões do navio naufragado, que era cerca de 117 pés (36 metros) de comprimento, foram utilizados pela guarnição no forte, de acordo com a Encyclopaedia Britannica. Colombo partiu de volta para a Espanha com os dois navios restantes, a Nina e a Pinta, em janeiro de 1493.

Nenhum comentário:

Postar um comentário